Festival para comemorar os 300 anos de Cuiabá é cancelado Divulgaçao   -   22 de Julho de 2019



Prefeito anuncia em rede social cancelamento de festival para comemorar os 300 anos de Cuiabá


Festa seria realizada nos dias 6, 7 e 8 de abril, a princípio na Arena Pantanal. Falta de lugar para realização do evento seria o motivo, segundo prefeito.


O prefeito de Cuiabá, Emanuel Pinheiro (MDB) anunciou nesta quinta-feira (21), em uma mensagem postada na página dele no Facebook, o cancelamento do Festival 300 anos, que estava previsto para ser realizado nos dias 6, 7 e 8 de abril, para comemorar o aniversário da capital.


Na mensagem, o prefeito justifica a medida com a falta de lugar para a realização da festa, já que, por orientação Ministério Público Estadual (MPE), a Arena Pantanal não poderia ser usada.


"Em virtude do individualismo de alguns setores, nossa capital não será mais presenteada com o Festival 300 anos (...) A Federação Mato-grossense de Futebol (FMF) nos acusou, antecipadamente, de que estragaríamos a grama do estádio. Demos garantias, mas não foi suficiente", declarou.


A Secretaria de Cultura, Esporte e Lazer de Mato Grosso informou que entende que a Arena é multiuso e que está preparada para receber shows dentro de um calendário possível. O problema ocorrido, no entanto, é que a data do Festival 300 anos coincide com a semifinal e final do campeonato estadual, e início dos jogos da Série B.


Emanuel disse que a prefeitura buscou outras alternativas de lugar para que o evento pudesse ser realizado, mas não achou nenhum local com a estrutura adequada a uma festa do porte planejado.


"Tentamos a Orla do Porto, mas comprometeria a segurança de um evento tão grande. Pensamos no Sesi Papa, porém o acesso é complicado e dificultaria a mobilidade. Por fim, a última opção seria o Parque de Exposições, mas está em obras", destacou o prefeito.


Ainda segundo Emanuel, o secretário estadual de Cultura, Allan Kardec, teria pedido que ele conversasse com o governador Mauro Mendes (DEM) e com o presidente da FMF para chegar a um acordo. No entanto, Pinheiro alega que está em Brasília discutindo assunto relacionados à Santa Casa de Misericórdia de Cuiabá.


O secretário de Cultura disse que o estado foi notificado pelo MP sobre a possível judicialização do caso e ponderou sobre o risco de que, com a judicialização, a festa fosse cancelada na última hora, causando mais transtornos para a população.


Emanuel Pinheiro cancela Festival 300 anos — Foto: Facebook/Reprodução

Por G1 MT